Como saber quando a testoterona está baixa e como aumentar o hormônio?

Testosterona: como saber quando está baixa e como aumentar seus níveis?

Embora seja considerada um hormônio "masculino", a testosterona exerce papel importante no corpo feminino. Veja o que fazer quando seus níveis estão baixos.

Embora seja considerada um hormônio “masculino”, as mulheres também têm testosterona em seus corpos. Claro, em menor quantidade no sangue quando comparado aos níveis dos homens, mas nem por isso menos importante para o bem-estar feminino.

Sua produção é frequentemente dependente da idade. Quando a mulher chega aos 40 anos, seus níveis de andrógenos diminuíram pela metade.

Desequilíbrios de muita ou pouca testosterona podem afetar a saúde geral de uma mulher. Algumas das funções que a testosterona desempenha no corpo feminino incluem:

  • produzir novas células sanguíneas
  • aumentar a libido
  • influenciar os hormônios estimuladores do folículo que podem afetar a reprodução.
O que é a testosterona, afinal?

São hormônios chamados esteróides que, na mulher, são produzidos nos ovários. A testosterona feminina está envolvida com a saúde e bem-estar de modo geral, atuando também na excitação sexual e prevenção de osteoporose. Além disso, ela aumenta a disposição para as atividades cotidianas e ajuda na tomada de decisões.

Como saber quando a testosterona está baixa?

Frequentemente, os sintomas de baixa testosterona em mulheres são subdiagnosticados ou mal diagnosticados. A testosterona baixa pode ser confundida com condições como: estresse, depressão e os efeitos colaterais das alterações da menopausa nas mulheres.

Alguns dos sintomas associados à baixa testosterona em mulheres incluem:

  • desejo sexual afetado
  • satisfação sexual afetada
  • humor com sinais de depressão
  • letargia
  • fraqueza muscular

Para testar os níveis de testosterona de uma mulher, frequentemente pede-se um exame de sangue. No entanto, é preciso considerar que os níveis hormonais femininos flutuam constantemente, mudando inclusive de um dia para o outro. Assim, idealmente a mulher deve fazer o teste de testosterona no sangue de 8 a 20 dias após o início do período menstrual.

Quais os tratamentos possíveis?

O tratamento dependerá do resultado dos exames, do estilo de vida da paciente e das alterações físicas resultantes da baixa testosterona. Eles podem incluir:

  • Testosterona injetável, que pode ser encontrada sozinha ou combinada com estrogênios;
  • Testosterona em comprimidos, que pode ser manipulada ou encontrada na farmácia convencional;
  • Gel de testosterona ou Androgel, que pode ser feito na manipulação, para ser aplicado na região íntima externa da mulher;
  • Implantes de testosterona, que têm a duração de um ano e podem ser associados a contraceptivos. 

Só o médico, junto com a paciente, poderão escolher o melhor tratamento, que varia de caso a caso.

Dúvidas? Comente por aqui ou lá no meu Instagram =)

Um beijo,
Dr. Rodrigo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

1 comentário em “Testosterona: como saber quando está baixa e como aumentá-la?”

  1. AUCILENE DANIEL MISSIAS

    Boa tarde
    Excelente artigo
    Sentindo todos esses sintomas
    Precisando de seus excelentes conselhos e diagnósticos…
    Saudades de vc meu lindo!!!
    Bjs no ❤

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *